Saiba como fazer treinamentos corporativos com jogos

Sempre temos coisas novas para aprender, concorda?

Novos conhecimentos, teorias, ferramentas, metodologias, sistemas, competências… E esse desenvolvimento contínuo promove mais inovação, engajamento e melhores resultados no trabalho! Mas… quem disse que qualquer tipo de treinamento traz bons resultados? Nesse texto, vamos te mostrar qual é o melhor formato e abordagem para seu treinamento fazer a diferença, então veja o conteúdo que preparamos!

Treinamentos corporativos 

O principal objetivo de um treinamento corporativo é promover aprendizagem para os participantes. E o primeiro passo é definir o tema. Alguns exemplos comuns são:

  • A cultura e valores da empresa
  • Como os departamentos da empresa funcionam e se conectam
  • Uma técnica específica que vai tornar o trabalho mais ágil ou eficiente
  • Conhecimento específico que pode melhorar a qualidade do trabalho do colaborador
  • Comportamento ou competência importante para um grupo alavancar seu desempenho.
  • Team Building que vai melhorar a eficiência de um equipe
  • Etc.

Depois disso, o próximo passo é definir o público-alvo. Ou seja, o treinamento foi feito para quem?

  • Novos colaboradores da empresa;
  • Estagiários;
  • Trainees;
  • Liderança;
  • Equipe de vendas;
  • Etc.

Com tudo isso definido, é hora de pensar na experiência de aprendizado de quem está participando, afinal, cada público tem uma característica muito única! Por isso, pensar na forma como o aprendizado será transmitido é essencial!

Conteúdo + Prática 

Muitos treinamentos (mas muitos mesmo!) não atingem seus objetivos. E já ouvimos vários relatos aqui na FábricaRH, do tipo:

  • Os participantes nem sempre entendem o porquê de um treinamento;
  • Não conectam o conteúdo do treinamento com sua realidade;
  • Acham o treinamento cansativo;
  • Vêem como uma oportunidade de sair da rotina, mas não necessariamente uma fonte de aprendizado;
  • Não colocam os aprendizados em prática;
  • Esquecem o conteúdo rapidamente.

Ou seja, não adianta se dedicar somente ao conteúdo, mas é preciso garantir que os participantes estão prontos para receber aquele treinamento e, mais do que isso, estarão motivados! Dai vem a importância de pensar no FORMATO do seu treinamento.

Treinamentos corporativos com jogos

O que você acha mais eficiente?

Primeira opção: Ensinar a fazer vendas mostrando técnicas, apresentado metodologias e gurus do tema.

Segunda opção: Ensinar a fazer vendas fazendo uma competição entre equipes, desafiando cada um deles a vender um palito de sorvete da melhor forma possível e, ao final, conectar tudo que fizeram com técnicas de vendas que funcionam e que não funcionam?

A segunda opção é um exemplo real do que já fizemos na FábricaRH e mostra que, ao proporcionar experiências lúdicas, você tira os participantes da zona de conforto e faz eles pensarem mais sobre o que estão fazendo.

Mas não se engane: jogo corporativo é coisa séria! Nós da FábricaRH, usamos a Andragogia para construir treinamentos marcantes.

Andragogia 

De forma resumida, a andragogia é a arte de ensinar adultos.

O que leva um adulto a aprender algo novo é a utilidade disso para sua realidade, portanto, o porquê daquele novo conhecimento precisa estar muito claro! Fora isso, é importante garantir uma experiência engajadora. Para isso, nós usamos a gamificação, já que ela prende a atenção, encanta e é carregada de emoções. Ou seja, ao longo de um jogo vamos passar o mesmo conteúdo que uma palestra, mas vamos usar recursos como a sorte, competição, colaboração e diversão.

Um jogo corporativo pode arrancar muitas risadas, garantindo mais conexão com o assunto!

Como montamos treinamentos corporativos com jogos?

Na Fabrica RH, gamificação é o ingrediente que nunca pode faltar! Em alguns casos, fazemos jogos de tabuleiro. Em outros casos, fazemos jogos de cartas ou então atividades como bingo, poker, dominó, supertrunfo, quiz e muito mais.

treinamentos corporativos com jogos

treinamentos corporativos com jogos

Tem momentos em que preferimos fazer dinâmicas diferentes, como karaokê, escape ou qualquer outra atividade que traga diversão e aprendizado! Essas mecânicas são conhecidas e fáceis de entender! As pessoas têm memórias afetivas com esses jogos da infância. São divertidos e aproximam o grupo, independentemente do crachá!

Sua demanda pode virar um jogo

Por fim, se você curtiu a ideia de fazer treinamentos corporativos com jogos, então vamos adorar conversar com você. Para isso, clique no botão abaixo e dê mais detalhes do que está buscando. Retornaremos o seu contato em breve!

 

CONTE PARA NÓS QUAL É A SUA DEMANDA

Você também pode querer ler

Onboarding: guia completo + cases de sucesso

Onboarding: guia completo + cases de sucesso

Quando pesquisamos sobre Onboarding na internet, é comum encontrarmos informações de checklist e guias que ajudam o novo colaborador a se localizar dentro da empresa. Mas para a FábricaRH, o Onboarding vai além disso. E vamos contar tudo nesse artigo! Onboarding: guia...

Onboarding Online: dê os primeiros passos

Onboarding Online: dê os primeiros passos

O tema Onboarding está em alta, assim como a demanda pela gamificação do Onboarding, que vem crescendo desde o início de 2019. E em tempos de COVID-19, vimos que a preocupação com a experiência do novo colaborador continua em alta. Muitas empresas estão aproveitando...